12/
May
Médicos e funcionários fazem 'vaquinha' para comprar materiais para o Hospital São Paulo

Médicos, enfermeiros e residentes estão fazendo uma vaquinha para comprar materiais e equipamentos para o Hospital São Paulo, que está enfrentando uma grave crise financeira.

 

Fotos e vídeos ilustram as carências de um dos maiores hospitais públicos do país que precisa de coisas básicas, como suporte pra soro, colchonetes pra macas, cadeiras de rodas para os pacientes. Para conseguir comprar isso, um grupo de médicos, enfermeiros e residentes criou uma vaquinha na internet - um pedido de ajuda à população para melhorar ao menos um pouco a situação.

 

“Parte os nosso corações, como estudantes, como médicos formados, como professores, residentes aqui dessa instituição, muitos funcionários também se compactuam com, com a situação que tá e a gente não pode permitir com que isso se mantenha, né, eles tão, são todos muito chateados”, diz Isaque Hyung Tong Kim, médico recém-formado.

 

O Hospital São Paulo vive uma das piores crises da sua história. Para dar conta do aumento de quase 60% nos atendimentos, nos últimos 7 anos, o hospital fez dívidas e pediu aumento de R$ 18 milhões Por ano, nos repasses de verba. Sem esse reforço de caixa por parte do ministério e das secretarias estadual e municipal da saúde, a ideia da vaquinha surgiu. É uma espécie de paliativo para aguentar a chegada do tratamento necessário.

“Porque a gente não quer achar que a população tem que achar que é normal deitar numa maca que não tem colchão”, diz Elizabeth Rezende, neurologista do hospital.” E que a gente sabe que a nossa qualificação técnica de todos que trabalham aqui é muito boa, é adequada para dar um bom atendimento para população. Mas a gente precisa dessa outra parte, a parte material.

 

O Ministério da Saúde diz que destina R$ 8,7 bilhões por ano ao Hospital São Paulo e que o hospital deve adequar seus custos aos recursos sem reduzir os atendimentos.

 

FONTE: G1