TELEMEDICINA VAI MUITO ALÉM DA TELECONSULTA. CONHEÇA + 8 APLICAÇÕES

TELEMEDICINA VAI MUITO ALÉM DA TELECONSULTA. CONHEÇA + 8 APLICAÇÕES

O exercício da Telemedicina pode se manifestar em variados modelos, criados para atender diversas necessidades, sempre tendo como alvo o melhor interesse do paciente.

A teleconsulta é a prática mais popular. Trata-se de uma consulta virtual, que segue o mesmo processo da consulta presencial: anamnese, exame físico (claro que com as limitações da distância física), hipóteses diagnósticas, pedido de exames e a emissão de prescrições.

Mas a telemedicina não se encerra na teleconsulta. Há muitas outras modalidades que são reconhecidas e aplicadas em favor do paciente. Podemos citar as seguintes:

1. Teleinterconsulta
2.Telemonitoramento(televigilância)
3. Teleorientação
4. Telediagnóstico
5. Telecirurgia
6. Teletriagem
7. Telerradiologia
8. Telepatologia

Notem, então, que as práticas médicas a distância são variadas. Médicos podem esclarecer o caso do seu paciente com um profissional especialista e/ou mais experiente, e que encontra-se em outro local. O paciente pode ser monitorado remotamente, assim como receber orientações. Diagnósticos podem ser feitos também a distância. O paciente pode ser operado por um médico que está em outro estado ou até em outro país.

Portanto, os atos médicos mediados pelas tecnologias da informação e da comunicação são muitíssimo bem-vindos, desde que, é claro, sejam atendidos os preceitos éticos e jurídicos que o Ordenamento prevê.

Profissionais da saúde, vocês utilizam a telemedicina em sua prática profissional?

Deixe uma resposta