TELEMEDICINA: BENEFÍCIOS E RISCOS

TELEMEDICINA: BENEFÍCIOS E RISCOS

A Telemedicina tem regulamentação no Brasil desde 2002. Recentemente, em virtude da Pandemia, o Conselho Federal de Medicina ampliou o seu uso.

Defendo que essa prática proporciona agilidade e desburocratização aos serviços de saúde. No atual momento, por exemplo, está sendo uma ferramenta valiosíssima, no sentido de assegurar atendimentos médicos que seriam inviabilizados pelas regras de distanciamento social e quarentena, e pela superlotação das Casas de Saúde.

É claro que a consulta presencial é incomparável sob o ponto de vista da qualidade da assistência, porém, devido a essa tecnologia, os pacientes não ficarão desamparados em suas necessidades de saúde mais importantes.

Por outro lado, a minha maior preocupação é com o mau uso da tecnologia, no sentido de ser manejada indiscriminadamente, o que poderia causar o enfraquecimento da relação médico-paciente e gerar danos à saúde do paciente.

Mas se utilizada com parcimônia e conhecimento, e com parâmetros bem estabelecidos, será de grande utilidade na vida de todos nós. O crescimento desta tecnologia em tempos de Coronavírus, irá nos trazer experiência e amadurecimento para as aplicações futuras.

Assim espero.

Giovanna Trad.

direitomedico #telemedicina #covi̇d19 #cfm #amb #direitodasaude

Deixe uma resposta